Image Map
Image Map
Image Map

domingo, 8 de maio de 2016

Em casa, Murici bate o Coruripe e fica com vagas na Série D e Copa do Brasil

Murici e Coruripe entraram em campo na tarde deste sábado, no Estádio José Gomes da Costa, para brigar pelo terceiro lugar do Campeonato Alagoano. Além da terceira colocação no estadual, o duelo valia também uma vaga na Série D de 2016 e 2017, e ainda a participação na Copa do Brasil do próximo ano. 
Apesar dos desfalques, os alviverdes fizeram uma partida bastante movimentada, com chances claras de gol para os dois lados. Jogando em casa, a equipe da Zona Mata levou a melhor e derrotou o Hulk, por 3 a 1. Alan, Katê e Tarcísio marcaram para os donos da casa, enquanto Aurélio, em jogada individual, marcou o único gol dos visitantes.
Murici x Coruripe (Foto: Jailson Colácio / Assessoria Murici)Murici x Coruripe (Foto: Jailson Colácio / Assessoria Murici)

Primeiro tempo
O Alviverde da Zona da Mata começou a partida a todo vapor e abriu o placar aos sete minutos, com Alan. O atacante recebeu passe dentro da área do Hulk, deu um lindo corte em Sadrak e colocou no lado esquerdo do goleiro Ferreira. Apesar do gol sofrido, o Coruripe reagiu imediatamente e quase empata aos oito minutos. Gil salvou o Murici por duas vezes, evitando assim o empate do Hulk.
A vantagem no placar fez o time do técnico Bilu recuar, consequentemente dando espaços ao adversário. Aos 13 minutos, Mazinho encontrou Júnior Chicão livre de marcação e cruzou na medida para o atacante do Coruripe. Novamente, o goleiro Gil salvou o Murici de sofrer o empate. O Hulk seguia com mais posse de bola, mas encontrava o arqueiro do Alviverde da Zona da Mata numa tarde bastante inspirada. Quando tudo parecia que o time litorâneo conseguiria o empate, o Murici ampliou o marcador, com Katê, aos 33 minutos, após passe açucarado de Tarcísio. O meia-atacante chegou ao nono gol e se isolou na artilharia do Alagoano.
Katê comemora gol marcado em cima do Coruripe (Foto: Jailson Colácio / Assessoria Murici)Katê marcou o segundo gol do Murici e se isolou na artilharia do Alagoano (Foto: Jailson Colácio / Assessoria Murici)

Antes do apito final da primeira etapa, Júnior Chicão teve mais duas chances de diminuir para o Coruripe, mas parou no goleiro Gil, que operou um milagre aos 42 minutos.
Segunda etapa
A desvantagem no marcador fez com que o técnico Jaelson Marcelino colocasse o Coruripe para cima do Murici. Não restava outra alternativa, a não ser tentar, ao mínimo, empatar o placar e forçar a prorrogação. As substituições no Hulk surtiram efeito e o time do litoral sul dominava as ações. Porém, a defesa do Murici estava muito bem postada e não dava brechas.
Enquanto o setor ofensivo do Coruripe era persistente, a defesa não se encontrava em campo e as falhas tornavam-se constantes, faltava inspiração. Aproveitando o cochilo da zaga adversária, o Murici, que não tinha nada a ver com isso, chegou ao terceiro gol, numa jogada de contra-ataque, aos 19 minutos, com Tarcísio.
Numa jogada individual, o meia Aurélio conseguiu diminuir, aos 33 minutos. O camisa 8 do Hulk recebeu a bola, partiu para cima dos marcadores, avançou e tocou na saída do goleiro Gil, marcando o primeiro gol do Coruripe na partida.
Apesar do gol sofrido, o Murici teve tranquilidade, manteve a posse de bola e soube administrar a vitória, que garantiu o time na Série D de 2016 e 2017, e também na Copa do Brasil da próxima temporada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA