Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

domingo, 17 de abril de 2016

Riascos decide, Vasco passa pelo Fluminense e leva a Taça Guanabara

O Vasco é campeão da Taça Guanabara. Único time invicto do Carioca, o Gigante da Colina derrotou o Fluminense por 1 a 0, gol marcado por Riascos. Com o resultado, o clube de São Januário terá a vantagem até a decisão do Carioca, caso consiga se classificar até ela. O Tricolor terminou na segunda colocação.
Após terminar em primeiro lugar na Taça Guanabara, o Vasco enfrenta o Flamengo na semifinal da competição. O Gigante da Colina tem a vantagem do empate na partida. O mesmo acontece com o Fluminense que encara o Botafogo, também com a vantagem de empatar para chegar na decisão.
Jogadores do Vasco comemoram com a torcida
Foto: Carlos Gregório Jr/ Vasco.com.br





























O JOGO
A partida começou muito quente em Manaus. Com apenas dez minutos, o Fluminense balançou as redes, teve o gol anulado e o Vasco chegou com perigo em duas oportunidades. Primeiro, o Tricolor. Com seis minutos, Marcos Junior cobrou escanteio e Renato Chaves colocou a bola no fundo das redes depois de se chocar com o goleiro Martín Silva. O árbitro da partida alegou falta no goleiro uruguaio para invalidar o lance. Logo depois o Vasco respondeu. Andrezinho cobrou falta, encobriu Cavalieri que evitou o gol com um toque com a mão direita, a bola ainda tocou na trave. No lance seguinte, Riascos recebeu cruzamente e cabeceou para boa defesa do arqueiro.


O primeiro tempo seguiu com o Vasco tendo mais posse de bola, mas com o Fluminense sendo bem perigoso nos contra-ataques. Nenhuma das equipes conseguiram criar outras boas chances antes do intervalo, mas o duelo seguiu bastante movimentado com os dois times buscando a vitória.
Riascos decidiu a partida para o time de São Januário
Foto: Carlos Gregório Jr/ Vasco.com.br





























O forte calor em Manaus fez as suas vítimas. Luan passou mal, chegando a vomitar no gramado. O defensor vascaíno tentou retornar para a partida, mas não conseguiu seguir em campo. Antes do fim do primeiro tempo, Rafael Vaz entrou no lugar do jovem para formar a nova dupla defensiva com Rodrigo.
O segundo tempo começou com o Vasco pressionando. O Gigante da Colina quase abriu o placar com menos de um minuto. Riascos recebeu dentro da área, fintou o Marlon, mas exagerou na falta de definição da jogada, o equatoriano acabou sendo desarmado por Edson.
Tentando mudar o panorama da partida, Levir Culpi sacou Fred e Marcos Junior, colocando Higor Leite e Magno Alves. Apesar disso, o Vasco chegou ao seu primeiro gol. Riascos recebeu e finalizou franquinho, mas a bola morreu na rede do gol de Diego Cavalieri.
Em desvantagem no placar, o Fluminense foi para cima e quase empatou com Wellington Silva. A partida ficou mais tensa, Edson e Marcelo Mattos se envolveram em uma confusão e acabaram sendo expulsos.
Os últimos minutos foram de muito pouca produção das duas equipes. Com os times bem desgastados pouco foi construido. O Fluminense ainda teve uma chance final com Osvaldo, mas o atacante chutou em cima de Martín Silva. Melhor para o Vasco, que vencia a partida, e terminou com o campeão da Taça Guanabara.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 0 X 1 VASCO

Estádio: Arena da Amazônia, em Manaus (AM)
Árbitro: João Batista de Arruda (RJ)
Renda/público: R$ 2.214.040/28.191 pagantes
Cartões amarelos: Douglas, Fred e Renato Chaves, Edson (FLU) e Jorge Henrique, Marcelo Mattos (VAS)
Cartões vermelhos: Edson (26'/2ºT) e Marcelo Mattos (26'/2ºT)
GOL: Riascos 21'/2ºT (0-1)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Wellington Silva, Renato Chaves (Ygor Nogueira 29'/2ºT), Marlos Santos e Giovanni; Edson, Douglas e Gerson; Marcos Junior (Higor Leite 17'/2ºT), Osvaldo e Fred (Magno Alves 17'/2ºT). Técnico: Levir Culpi.

VASCO: Martin Silva, Madson, Luan (Rafael Vaz 33'/1ºT), Rodrigo (Diguinho 34'/2ºT) e Henrique; Marcelo Mattos, Julio dos Santos (Eder Luis 13'/2ºT), Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique e Riascos. Técnico: Jorginho.

NM com Odia

Nenhum comentário:

Postar um comentário