Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Mazola Júnior: "Precisamos pedir desculpas ao torcedor; foi muito ruim"

O técnico regatiano Mazola Júnior não escondeu o tom de lamentação na entrevista coletiva após a derrota por 3x1 para o Murici, na noite dessa quarta-feira (13), no Rei Pelé. À imprensa, Mazola disse que faltou inspiração ao time da casa, condenou erros individuais que, segundo ele, foram determinantes, além de já admitir a necessidade de repensar a condição de jogadores que, segundo ele, apresentam notório desgaste, em função da maratona de jogos à qual o Galo vem se submetendo, pois, também jogou a Copa do Nordeste e segue disputando a Copa do Brasil.
Para Mazola, todo o elenco regatiano deve desculpas ao torcedor. "Precisamos pedir desculpas ao torcedor. Se pudéssemos, todos os jogadores deveriam estar aqui, neste momento, para um pedido de desculpas,  já que sempre cobramos a presença da torcida para nos incentivar. Erramos demais e o Murici soube aproveitar as chances com muita competência. Foi um jogo muito ruim, principalmente em algumas situações individuais, o que é inadmissível. Faltou capricho, inspiração", comentou.
Na opinião do treinador alvirrubro, a oscilação da equipe neste início de temporada é uma demonstração de que o time ainda não "encaixou". "Quando jogamos bem nas duas partidas contra o Sport [pela Copa do Nordeste], falaram que tínhamos encontrado o time ideal, mas ainda estamos com dificuldade para propor o jogo, e este é um problema técnico, apesar de que, hoje, tivemos várias oportunidades de gol, principalmente em jogadas de linha de fundo", analisou Mazola, acrescentando, porém, que o CRB deu muito espaço ao adversário.
"Fomos muito deficientes no setor de meio-campo. Vejo que a questão é muito mais técnica. Não falta vontade. Hoje, tivemos a condição de repetir uma equipe, para que pudéssemos ver a reação do time numa partida sem espaços. Infelizmente, o resultado não veio. Por isso, vamos repensar algumas peças que já apresentam um desgaste notório", emendou Mazola, que também falou sobre mais um clássico decisivo, neste sábado, contra o CSA.
"Penso que o CSA chega como favorito, mas clássico é clássico. Temos uma camisa muito forte, e vamos vencer este jogo para terminarmos em primeiro no hexagonal".
NM com Gazetaweb.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário