Image Map
Image Map
Image Map

quarta-feira, 9 de março de 2016

STJD tem parecer da procuradoria e caso Murici deve ser julgado este mês

Murici x Coruripe (Foto: Jailson Colácio / Divulgação Murici)Murici ainda vive incerteza jurídica no Campeonato Alagoano (Foto: Jailson Colácio / Divulgação Murici)

O processo movido pela Federação Alagoana de Futebol contra o Murici tem previsão de desfecho. O clube disputa o Campeonato Alagoano com decisão liminar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, e, de acordo com o secretário do Tribunal de Justiça Desportiva de Alagoas, Osvaldo Júnior, o julgamento deve ser marcado para este mês.
Osvaldo Júnior, secretário do TJD-AL (Foto: Denison Roma / GloboEsporte.com)Osvaldo Júnior, secretário do TJD-AL (Foto: Denison Roma / GloboEsporte.com)
Osvaldo passou detalhes da movimentação do processo  no Rio de Janeiro.
- Mantive contato com a secretária geral do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, Adriana Solis, e ela me informou que a procuradoria já emitiu o parecer e o trâmite agora é incluir o processo na pauta de julgamentos. Como a pauta da próxima sessão do pleno já está completa, a secretária informou que esse caso do Murici deve entrar na próxima pauta, entre os dias 15 e 28 deste mês - informou.
Enquanto não tem o futuro definido no estadual, o Murici vai atuando com a medida liminar concedida pelo vice-presidente e relator do STJD, Ronaldo Botelho Piacentini, que assinou o documento garantindo a permanência do alviverde no alagoano no dia 4 de fevereiro, às vésperas da partida diante do CRB, pela quarta rodada do estadual.
Entenda o caso:
Na semana da estreia do Campeonato Alagoano, a Federação Alagoana de Futebol excluiu o Murici do estadual com a alegação de que o clube teria perdido o prazo para inscrição da quantidade mínima de atletas exigida pelo regulamento da competição. O departamento jurídico do clube ingressou com um recurso e o presidente do Tribunal de Justiça Desportiva de Alagoas, Rogério Melo Teixeira, concedeu a liminar, reconduzindo o alviverde ao Alagoano.
Mesmo passadas três rodadas do estadual, o pleno do TJD-AL julgou o processo e, por maioria de votos, manteve a exclusão do Murici. Dois dias depois, o jurídico do clube voltou a recorrer, desta vez ao STJD, e conquistou um efeito suspensivo, voltando a participar do campeonato, porém de forma provisória até o julgamento definitivo do Superior Tribunal de Justiça Desportiva.
NM com Globoesporte.com/al

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA