Image Map
Image Map
Image Map

domingo, 24 de janeiro de 2016

Ataque funciona, e CRB atropela o Murici na primeira rodada do Alagoano

O CRB acelerou e diminuiu o ritmo do jogo deste domingo no Rei Pelé. Começou em cima, fez dois gols, com Maranhão e Jonata, mas depois tirou o pé. O Murici se assanhou, diminuiu com Marcinho e chegou a pressionar no segundo tempo. O sufoco acabou com um gol de falta de Jussani. Depois, Marcelinho marcou mais dois e confirmou a goleada por 5 a 1 na primeira rodada do Alagoano.
CRB x Murici, no Rei Pelé (Foto: Ailtn Cruz/Gazeta de Alagoas)Lúcio Maranhão marcou o primeiro gol do CRB no campeonato (Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)
Técnico do Galo, Mazola Júnior não gostou muito da apresentação, mas destacou o bom resultado na estreia. Ele disse que a equipe ainda vai evoluir nas próximas rodadas.
- A gente está formando um grupo de qualidade. Tem muito trabalho e fazer os jogadores, principalmente os que chegaram, trabalharem  o que a gente quer. O CRB não fez um grande jogo, principalmente no aspecto tático. Os três pontos são importantes para a equipe ganhar moral, confiança. Não vamos desprezar uma vitória de cinco no começo do campeonato. Temos que dar os parabéns ao pessoal - comentou o técnico do CRB.
Com a vitória, o CRB assume a liderança do Grupo B, com três pontos e saldo de quatro gols. O Coruripe é o segundo, com a mesma pontuação e saldo de dois. O Murici não pontuou e segura a lanterna da Chave A. Quarta, o CRB faz o clássico com o ASA, às 21h30, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca. No mesmo dia, o Murici recebe o Santa Rita, às 20h30, no Estádio José Gomes da Costa.
CRB x Murici, no Rei Pelé (Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)Goleiro Gil teve muito trabalho no jogo (Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas)

Balanço
O CRB partiu para cima do Murici e abriu o placar logo aos 4 minutos, com Lúcio Maranhão.  Ele demonstrou presença de área e seguiu dando trabalho à defesa. Aos 36, Diego bateu escanteio e o garoto Jonata subiu para marcar o primeiro gol dele com a camisa do time profissional. Ficou emocionado.
Depois, o Galo diminuiu o ritmo, deu espaços para o Murici e Marcinho diminuiu a diferença aos 44 minutos. O gol animou o time do interior, que partiu para cima no segundo tempo e obrigou Júlio Cesar a trabalhar.  Quando o empate parecia uma questão de tempo, veio a resposta. Jussani marcou de falta aos 23, tirando o ímpeto do Murici. O Galo passou a controlar o jogo e, com dois gols, Marcelinho deixou o campo como artilheiro do campeonato. O último, aos 45, foi uma pintura.
NM com globoesporte.com/al

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA