Image Map
Image Map
Image Map

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Campeonato Alagoano pode voltar a ter desistência de equipes por causa do PROFUT

Desvendando, aos poucos, a Lei do Profut. Ensaio I.
Neste último domingo foram oficialmente conhecidos os dois clubes que sobem para a 1ª divisão do Campeonato Alagoano em 2016. O Sete de Setembro, ao golear do São Domingos por 3x0, conquistou a Segundona 2015. O vice-campeão é o Penedense.

Mas se Sete de Setembro e Penedense estão na Primeirona em 2016, alguns clubes que já haviam assegurado vaga, por causa do desempenho no Estadual deste ano, podem desistir. A razão para a desistência seria o Profut (Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro).

Detalhe é que as certidões exigidas pelo Profut têm que ser apresentadas à Federação Alagoana de Futebol até o dia 17 de novembro. Assim, um clube que pode desistir de disputar o próximo Campeonato Alagoano é o Murici. Segundo seu presidente, Gealdo Amorim, o Murici ainda não está de posse de nenhuma documentação exigida.

O objetivo do Profut é fazer com que os clubes refinanciem suas dívidas. Daí a partir de agora passa a ser obrigatória a apresentação das certidões da Receita Federal, INSS, FGTS e Justiça do Trabalho.

Inicialmente, dez são os clubes que vão participar do Campeonato Alagoano de 2016. Porém, até o momento apenas ASA, CRB, Ipanema e Santa Rita já estão de posse dos documentos cobrados.

Na temporada 2015, um clube já havia desistido de participar: o Sport Atalaia. A falta de apoio financeiro fez com que o clube, que estava voltando à elite, desistir de competir.


NM com Gazetaweb.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA