Image Map
Image Map
Image Map

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Alagoanos garantem quatro medalhas para o Brasil no Mundial Paralímpico

Yohansson Nascimento exibe as medalhas de ouro e prata conquistadas no Mundial Paralímpico de Atletismo em Doha, no Catar (Foto: Carol Fontes)Yohansson Nascimento tem agora oito medalhas em Mundiais. (Foto: Carol Fontes)
Yohansson Nascimento tem sido um dos destaques no Mundial Paralímpico de Atletismo, em Doha, no Catar. Com um ouro, nos 200m (classe T47), e uma prata, nos 100m, o velocista conquistou sua oitava medalha em mundiais. Mas ele não foi o único alagoano que ajudou no desempenho do Brasil na competição. Outros dois atletas paralímpicos também representaram o país no torneio e contribuíram com dois bronzes.
Com 25 anos, Marivana Oliveira, conquistou sua primeira medalha na competição, no arremesso de peso (classe F35). A prova foi emocionante, o bronze foi disputado com a sul-africana Chenelle van Zyl; e a brasileira não só se garantiu no pódio, como bateu o próprio recorde, fazendo 9,17m. A marca agora também é a melhor das América. A concorrente direta chegou aos 9,11m.
Na categoria masculina do arremesso de peso, pela classe F41, o pódio também teve alagoano no terceiro lugar: Jonathan Santos. Na edição passada, o paratleta tinha conseguido uma prata, além de um ouro no lançamento de disco.
Com 21 medalhas (3 ouros, 9 pratas e 9 bronzes), o Brasil é o décimo colocado no ranking do Mundial. As provas vão até o próximo sábado, e totalizam 1.315 atletas, de 88 países. 
NM com Estéfane Padilha

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA