Image Map
Image Map
Image Map

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Natália se destaca, e Brasil passa fácil pela Bulgária no amistoso em Maceió

O Brasil não teve muitas dificuldades para bater a Bulgária no amistoso desta quarta-feira, em Maceió, por 3 sets 0 (25/21, 25/19 e 25/13). No Ginásio do Sesi, o técnico José Roberto Guimarães observou o grupo diante de um adversário qualificado, com força máxima, e iniciou a partida com a oposto Sheilla no banco. Ela fez um trabalho físico especial recentemente e entrou aos poucos na equipe. O destaque da partida foi a ponteira Natália, que fez a diferença com 14 pontos e saques destruidores.
- Tenho que trabalhar ainda mais, muita coisa a melhorar, mas estamos no caminho certo - declarou a jogadora após o confronto.
A oposto Joycinha, que sentiu a panturrilha, e a ponteira Fernanda Garay, com dores na coxa esquerda, estão em Alagoas, mas foram poupadas pelo treinador. A ponteira-passadora Jaqueline se recupera de dores nas costas que a incomodam desde os Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, e ficou em São Paulo.

Nesta quinta-feira, as duas seleções voltam a se enfrentar em Maceió, às 21h30, também com transmissão ao vivo pelo SporTV. O Brasil intensifica em amistosos o trabalho para disputar o Sul-Americano, marcado para Cartagena, na Colômbia, entre 26 de setembro e 4 de outubro. 
Brasil x Bulgária, em Maceió (Foto: Felipe Brasil/Gazeta de Alagoas)Gabi tira do bloqueio búlgaro em Maceió (Foto: Felipe Brasil/Gazeta de Alagoas)


O Brasil começou o jogo dominando o primeiro set e logo abriu três pontos. As búlgaras reagiram, empataram por 12/12 e viraram para 19/18. Foi só um susto. Precavido, Zé Roberto pediu tempo técnico e parou a partida. A conversa ajudou e as brasileiras voltaram a ficar à frente no placar, fechando o set em 25/21, com um ace de Monique, aos 27 minutos. O destaque foi a ponteira Natália, que marcou seis pontos, sendo um de saque. 
No segundo set, disputado ponto a ponto, as búlgaras chegaram a abrir 8/6, e o Brasil só empatou quando o placar chegou aos 13. A virada veio em mais um ace da Natália, destaque da partida, que levantou torcida no ginásio. À frente, a seleção se reequilibrou e aumentou a vantagem até fechar por 25/19, em bloqueio de Gabi. Natália e Juciely, com quatro pontos cada, se destacaram no set.
O terceiro set foi ainda mais fácil. A seleção brasileira impôs seu jogo, abriu grande vantagem e Zé Roberto aumentou a lente de observação, colocando quase todas as meninas do banco para jogar. Natália, o nome do jogo, fechou o confronto em 25/13 e foi muito aplaudida pela torcida alagoana.
NM com globoesporte.com/al

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA