Image Map
Image Map
Image Map

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Lesão no músculo da coxa deixa Cleiton Xavier de fora por até um mês

Por Theo Chacon

Se a sequência de sete jogos invicto que Marcelo Oliveira emendou a partir de sua chegada sinalizou, ao palmeirense mais otimista, uma mudança de ares, a recente instabilidade e as seguidas lesões no elenco dão mostras de que a tarefa será ainda mais complicada do que se previa. Não bastassem as ausências de Gabriel e Arouca, Cleiton Xavier foi diagnosticado com um problema muscular e também virou desfalque por até um mês.

O camisa 8, que vinha atuando com mais constância na equipe – e até tinha marcado gols contra Flamengo, pelo Brasileiro, e Cruzeiro, pela Copa do Brasil -, chegou a treinar entre os titulares no último sábado, antes de o elenco alviverde embarcar a Belo Horizonte, mas acabou se machucando na movimentação às vésperas da viagem, fato que fez a assessoria não divulgar a lista de relacionados.

Na última vez que o Palmeiras tinha adotado o mesmo protocolo, antes do jogo contra o Cruzeiro, também na capital mineira, acabou-se descobrindo que Lucas Barrios tinha sofrido um estiramento muscular no último treino antes da viagem. Desta vez, porém, foi Cleiton Xavier. O meia ficou em São Paulo realizando tratamento intensivo e deverá passar por exames mais detalhados no início desta semana.

O dr. Rubens Sampaio, um dos profissionais que compõem o departamento médico do Verdão, confirmou a lesão à reportagem. “Ele machucou o que chamamos de músculo do chute, o reto femoral da perna direita. É uma lesão parecida com a que o Alecsandro teve, e a previsão é que ele fique de fora de três a quatro semanas”, declarou o médico, fazendo referência a um problema muscular que Alecsandro teve logo que chegou ao clube, após a semana de treinos em Atibaia (SP).

Diferente de Robinho, que ficou de fora do primeiro jogo contra o Cruzeiro, e viajou a Belo Horizonte pensando no jogo do Mineirão, mas precisou entrar na equipe já no segundo tempo da partida no Independência, no último domingo, Cleiton Xavier ficou em São Paulo já cumprindo rotina de tratamento intensiva na fisioterapia.

Além da provável volta de Robinho, Arouca é outro que ainda tem presença contra o Cruzeiro indefinida. Caso o camisa 5 não possa retornar, Marcelo Oliveira tem a opção de manter a dupla de volantes que atuou contra o Galo, com Andrei Girotto e Amaral, ou optar pela entrada de Robinho, podendo variar na função de volante com Zé Roberto, que por sua vez pode ser opção a Egídio na lateral esquerda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário