Image Map
Image Map
Image Map

terça-feira, 18 de agosto de 2015

CSA confirma parcerias com Flamengo, Palmeiras e São Caetano

A direção do CSA confirmou, na tarde desta terça-feira (18), durante coletiva de imprensa no CT Gustavo Paiva, no Mutange, que o clube vai contar com jogadores, na temporada 2016, de Flamengo, Palmeiras e São Caetano, após uma comissão de dirigentes viajar até a capital paulista para se reunir com representantes dos citados clubes. Contudo, nenhum jogador foi anunciado, com o presidente-executivo, Rafael Tenório, adiantando, apenas, que o ex-prefeito de São Luís do Quitunde e Matriz do Camaragibe, o hoje deputado estadual Cícero Cavalcante (PMDB), vai gerir o futebol profissional.

À imprensa, Tenório explicou que, na viagem para São Paulo, onde esteve acompanhado do empresário João Feijó e do presidente do Conselho Deliberativo, Raimundo Tavares, os dirigentes explicaram a situação pela qual passa o clube do Mutange, destacando, porém, a história do maior detentor de títulos de Alagoas, além da força de sua torcida, para tentar impressionar os diretores com quem se reuniram.

Segundo Tenório, os clubes ofereceram jogadores que, atualmente, estão emprestados a clubes que disputam, por exemplo, a Série B do Brasileiro. Conforme o acordo, o CSA vai arcar com 10% do salário de cada atleta que vier a vestir a camisa do Azulão, com direito à multa rescisória em caso de quebra do contrato.


Além disso, se determinado jogador for negociado com qualquer outro clube, o CSA terá direito a 10% na transação. Caso mais um jogador seja negociado, este percentual aumentaria para 15%. No entanto, todos os pontos das parcerias firmadas com cada clube ainda deverão ser discutidas com os empresários dos atletas que tenham interesse em defender o time alagoano.
Na mesma coletiva, o presidente azulino destacou, ainda, a importância da contribuição de Feijó na viagem a São Paulo, onde ele 'conseguiu abrir portas'. “Se não fosse o João Feijó, não teríamos conseguido conversar com tanta gente”, afirmou Tenório, ressaltando, porém, que o patrono do Corinthians Alagoano não vai exercer nenhum cargo no CSA. “Não seria ético”, emendou o presidente, sobre o empresário de jogadores de futebol.

Já com relação a Cícero Cavalcante, Rafael Tenório esclareceu que o azulino vai assumir a gerência de futebol do clube, que, por sua vez, vai contratar um diretor de futebol para lidar diretamente com as contratações para a disputa do Estadual. O novo diretor de futebol só deverá assumir a função em outubro.

Por fim, Tenório também confirmou que a empresa Lupo vai patrocinar o CSA, estampando a sua marca nas mangas da camisa oficial do Azulão. Na oportunidade, ele destacou que o novo patrocinador confirmou o investimento também durante a viagem a São Paulo, nesse fim de semana. “A Super Bolla seguirá como fornecedora de material esportivo”.

Principais pontos da coletiva da diretoria azulina:

Nomes de atletas que podem vestir a camisa do CSA 

- Os clubes parceiros (Palmeiras, Flamengo e São Caetano) disponibilizaram vários atletas que atualmente estão jogando em clubes da série B como Bragantino, Mogi Morim, Boa Esporte, Santa Cruz e Ceará. Nós pagaremos apenas 10 ou 20% dos salários desses atletas e teremos participação em negociações futuras enquanto eles tiverem jogando no CSA, de 10 a 15%. Não podemos citar nomes até porque eles tem vínculos com outros clubes.

Importância de João Feijó na formação do CSA em 2016 

- O João Feijó tem um papel fundamental nesse projeto (das parcerias), porque ele tem a porta de saída para os atletas serem atraídos a jogarem no CSA. Ele mostrou para alguns empresários de jogadores desses clubes que os atletas que vierem para o CSA ganhando um pouco menos podem ganhar um contrato em um clube europeu ou asiático graças ao conhecimento do João no meio do futebol. O João Feijó é conselheiro do clube, mas não vai assumir nenhum cargo na diretoria. Ele está abrindo portas, mas não quer nenhum cargo e nem quer colocar nenhum atleta dele no CSA. A ajuda que ele está dando para mim e para o Raimundo (Tavares) é pela nossa amizade e também porque ele é azulino de verdade.

Definição do treinador 

- Ainda é muito cedo para anunciar nomes, mas nós estamos estudando. O Oliveira Canindé é um nome que agrada qualquer clube do Brasil, mas nós temos que entender que a vinda dele dependerá de uma junção de fatores no momento de formamos o time e o elenco.

Vice-presidência de futebol e profissional contratado para gerir o futebol 

- Nós conversamos com o Cícero Cavalcante, que é uma pessoa experiente no meio e conhece muito de futebol e do CSA. Fizemos a proposta a ele numa reunião do conselho e ele vai assumir esse papel, que terá uma função mais de coordenação. Nós traremos um diretor profissional remunerado para acompanhar o futebol mais de perto, observando jogadores que podem ser contratados e cuidar das questões diárias do departamento de futebol do clube.

Provocações de Marcos Barbosa, Presidente do CRB 

- O que eu posso garantir é que o Marcos Barbosa, que é meu amigo, irá respeitar a diretoria que está chegando. Ele não vai faltar com respeito a instituição CSA enquanto essa diretoria estiver a frente, e se faltar, nós saberemos responder à altura. A torcida pode ficar ciente de que nós montaremos um time forte e disputaremos de igual pra igual com o CRB no ano que vem. Quero chegar à final do campeonato contra o CRB e prometo que será uma briga de cachorro grande.


NM com gazetaweb.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA