Image Map
Image Map
Image Map

quarta-feira, 12 de agosto de 2015

CRB perde para Sampaio Corrêa-MA, mas segue em 13º na Série B

Atualizado às 23h34

Não foi desta vez que o Galo conseguiu encaixar nova sequência de vitórias na Série B. O CRB voltou a campo na noite desta terça-feira (11), para mais uma rodada 'cheia' do Brasileiro, encarando o Sampaio Corrêa-MA, no Castelão, em São Luís. 


Desfalcado, o time visitante parece ter sentido a ausência de três titulares - entre eles, o artilheiro Zé Carlos - e, diante do Tubarão, criou muito pouco e pagou caro no final, com o gol de Nadson aos 29 minutos do segundo tempo.

Contudo, apesar da derrota longe de casa, o time regatiano permaneceu na 13ª colocação, com 22 pontos, já que Paraná e Luverdense-MT perderam seus jogos, enquanto o Atlético-GO ficou no empate diante do Oeste, em São Paulo. 

E a equipe do técnico Mazola Júnior já volta as suas atenções para o duelo do próximo sábado (15), às 16h30, no Rei Pelé, contra o Criciúma-SC, do treinador Petkovic e que vem de importante vitória em casa sobre o Paysandu-PA por 1x0.

- Confira o único gol do jogo:



Para este compromisso, Mazola não poderá contar com o lateral-esquerdo Pery e o volante Leandro Brasília, que receberam o terceiro cartão amarelo. Além dele, o treinador alvirrubro ainda não sabe se terá o meia Danilo Bueno, que sentiu lesão e foi substituído ainda na primeira etapa.

Em compensação, há a expectativa em torno da volta do atacante Zé Carlos, que já deixou hospital de Maceió e se recupera de uma virose, além da possibilidade de Mazola promover a estreia do lateral Jonathan Bocão, abandonando o improviso pelo lado direito.

Já o Sampaio Corrêa, com a vitória, chegou aos 31 pontos, mas seguiu na quinta posição, colocado ao G4.

Pobre em emoção 

No primeiro tempo, o duelo no Maranhão se resumiu a poucas chances reais de gol. Na primeira delas, logo aos dois minutos, o Sampaio deu a impressão de que mandaria no jogo, quando Pimentinha fez boa jogada individual pela direita e deu voltando para Nadson, que acabou travado na hora ‘h’ pelo zagueiro Audálio, em lance na entrada da área.

Desfalcado de três titulares – entre eles, o artilheiro Zé Carlos –, o Galo não encontrava espaço para a conclusão em gol. Sem conseguir sair jogando, errava muitos passes e cedia espaço para o time da casa, que voltaria a assustar somente aos 21’, e novamente com Pimentinha, que surgiu pelo meio e rolou para Douglas. O atacante chutou forte, mas Juliano saltou no canto esquerdo e fez boa defesa.

Para piorar a situação, o técnico regatiano Mazola Júnior se viu obrigado a processar sua primeira alteração logo aos 30 minutos, quando o meia Danilo Bueno desabou em campo, pedindo substituição. Lesionado, ele deu lugar ao também meio-campista Clebinho.

Porém, nada mudou. Sem explorar as laterais do campo, o Galo seguiu com dificuldade para furar o bloqueio do Sampaio. E como o time da casa também não criava o bastante, o placar permaneceu o mesmo até o árbitro encerrar a primeira etapa, aos 48 minutos.

Golaço decide o jogo

Os times retornaram sem alterações para a etapa final, e foi o CRB quem primeiro chegou com perigo, aos 14', quando o atacante Isac recebeu de costas para o gol, fez o giro e chutou forte, tentando encobrir o goleiro, que deu um passo para trás e viu a bola passar raspando o travessão.

Ainda insatisfeito, Mazola resolveu mudar três minutos depois, com o meia Cañete saindo para a entrada do atacante Kanu. Porém, o Sampaio seguiu melhor, apesar da dificuldade de penetração, criando boa chance aos 27 minutos, em cobrança de falta. Alex cobrou falta, a bola resvalou na barreira e quase enganou o goleiro Juliano, que viu a redonda passar muito perto.

E dois minutos depois, o Tubarão acabou premiado. O meia Nadson, destaque da partida, dominou bola pela esquerda, fintou Glaydson e soltou uma bomba de fora da área. A bola entrou no ângulo superior direito do goleiro, indefensável por Juliano: 1x0.

O treinador regatiano ainda processou a última mudança a que tinha direito, com Pery dando lugar ao também lateral-esquerdo Gleidson Souza. Contudo, já não havia tempo para reação, com o Galo a tentar, sem sucesso, na base da vontade. Com a vantagem mínima, o 'Bolívia Querida' soube se fechar para, nos minutos finais, administrar o importante resultado diante de seu torcedor.


NM com Gazetaweb.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARCEIROS NA MIRA

PARCEIROS NA MIRA