Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

domingo, 9 de agosto de 2015

Com gol no último lance, Atlético-PR consegue empate diante do Sport

No encontro entre Rubro-Negros, a partida, por muito pouco, não teve o time pernambucano como vencedor. Com a vantagem no placar até os 52 minutos de jogo, o Atlético-PR empatou o duelo em cabeçada do zagueiro Chileno, após cobrança de escanteio, e decretou o resultado de 1 a 1, para delírio dos mais de 27 mil torcedores que compareceram à Arena da Baixada, neste domingo pela manhã, em Curitiba.

Em tempos distintos, o jogo foi disputado até o último minuto. Na primeira etapa, o time do Eduardo Batista foi superior e abriu o placar aos 15 minutos depois de ótima jogada de Diego Souza e gol do atacante Marlone. Na etapa final, com as alterações promovidas pelo técnico Milton Mendes, o Furacão mudou o panorama do duelo. Liderado pelo meia argentino Barrientos, o time da casa passou a empurrar o Sport no campo de defesa e tomou conta da partida. Até os 50 minutos de jogo, o goleiro Danilo Fernandes era o nome da partida com defesas importantes. No entanto, com 52 minutos, após o árbitro dar sete minutos de acréscimo, o zagueiro chileno Christán Vilches, de cabeça, empatou a partida em 1 a 1 no último lance do confronto.

Com o resultado, o Sport segue na quarta colocação, com 30 pontos ganhos. Mesma situação do Furacão, que manteve a quinta posição no Campeonato Brasileiro, com 29 pontos ganhos.

Na próxima rodada, o Atlético-PR viaja ao Rio de Janeiro para enfrentar o Flamengo, no Maracanã, às 19h30 (horário de Brasília), na quarta-feira. No mesmo dia, o Sport, de Eduardo Batista, encara o Corinthians, às 22h, na Arena Corinthians, em São Paulo.

O jogo

A partida começou muito equilibrada. Empurrado pela torcida, o Furacão era mais efetivo e chegava mais ao campo de ataque. Já o Sport tentava manter a posse de bola e acalmar o jogo. Até que aos 15 minutos, o meia Diego Souza, do time pernambucano, apareceu. O jogador fez bela jogada, passou por dois atleticanos e tocou para Marlone, dentro da área, finalizar e abrir o placar na Arena da Baixada. Após o gol, o Atlético-PR tentou recuperar o controle da partida, mas bem armado em campo, o Leão não deixava o ataque paranaense infiltrar. Marlone, homem do gol, era, até então, o principal nome da partida.

Na etapa final, o técnico Milton Mendes resolveu mexer na equipe. Colocou o atacante Crysan e os meias Barrientos e Daniel Hernandéz em campo. As alterações deram resultado e os donos da casa passaram a pressionar o Sport. Com 20 minutos do segundo tempo, o Rubro-Negro teve três oportunidades para empatar a partida. O Furacão seguia empurrando o Leão no campo defensivo, liderado pelo meia argentino Barrientos, fazendo o goleiro Danilo Fernandes trabalhar. Aos 41 minutos, o jogador atleticano recebeu cruzamento da esquerda e chutou rasteiro. Porém, o arqueiro do Sport, mais uma vez, salvou a sua equipe de levar o empate na Arena da Baixada. Porem, na base do abafa, o Furacão não queria saber de sair de campo com o resultado negativo. Aos 52 minutos da partida, após cobrança de escanteio, o zagueiro chileno Christián Vilches fez, de cabeça, o gol de empate do Atlético-PR e salvou a equipe de Milton Mendes da derrota em Curitiba.


NM com globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário