Image Map
Image Map
Image Map
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui
Texto da legenda da imagem aqui

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Cícero Cavalcante diz que recebeu convite para assumir o futebol do CSA

Após a renúncia de Carlinhos da Barra do cargo de vice-presidente de futebol do CSA, o presidente-executivo do clube, Rafael Tenório, não demorou muito para encontrar um substituto. Segundo Cícero Cavalcante, até então diretor de futebol, o mandatário azulino convidou o próprio dirigente para assumir o comando do futebol profissional do clube.
- O Rafael [Tenório] estava querendo que eu ficasse, o Raimundo [Tavares] também, mas a gente vai discutir isso na próxima reunião. O Rafael me chamou, fez o convite, mas, por enquanto, ficou apenas na conversa. No papel, nada ainda. Eu disse que ficaria, porque quero ajudar. Ficou certo também que o CSA deve contratar um profissional remunerado para me ajudar, porque eu não tenho muito tempo. Daí, juntos, a gente vai tocar esse barco pra tirar o clube da situação em que se encontra - disse.
Cícero Cavalcante, dirigente do CSA (Foto: Carlos Rosa / Gazeta de Alagoas)Cícero Cavalcante deve assumir a vice-presidência de futebol do CSA (Foto: Carlos Rosa / Gazeta de Alagoas)
Perguntado sobre a decisão do Carlinhos, em desistir o cargo, Cavalcante afirmou que foi pego de surpresa, uma vez que o próprio dirigente havia cogitado a possibilidade de permanecer no cargo, e disse ainda que isso só atrapalha o planejamento do Azulão.
- [A renúncia] É muito ruim, porque o Carlinhos já estava trabalhando com alguns nomes de jogadores, de técnicos e tudo. Eu até havia conversado com ele para permanecer, o Rafael estava viajando, e pedi a ele que aguardasse o retorno do Rafael pra gente decidir. E ele me informou que iria aguardar o retorno. Porém, ontem fui pego de surpresa, porque ele tinha dito que não sairia - afirmou.
Ele também adiantou que os contatos com atletas e treinadores já estavam sendo feitos.
[A renúncia] É muito ruim, porque o Carlinhos já estava trabalhando com alguns nomes de jogadores, de técnicos e tudo." 
Cícero Cavalcante, dirigente do CSA
- O Carlinhos mantinha contatos e sempre conversava comigo. Ele já ia mostrar ao Rafael os primeiros contatos que havia feito. Ontem o Raimundo e eu tentamos contato com ele, para quem sabe ele ajudar mesmo que seja sem o cargo de vice-presidente, mas não conseguimos - lamentou.
Sobre a participação do conselheiro João Feijó no departamento de futebol do clube, Cícero Cavalcante frisou que Feijó já foi informado sobre as condições para ajudar o principal setor do clube.
- A informação é que o João Feijó vai ajudar o CSA, mas não vai colocar nenhum jogador que não tenha condição de vestir a camisa do clube. O CSA nesse momento não pode servir de laboratório de garotos. Hoje o CSA precisa de um time competitivo, que possa brigar por títulos - assegurou, acrescentando que alguns dirigentes azulinos vão visitar o Palmeiras na tentativa de firmar uma parceria com o clube paulista.
- O Rafael, o Raimundo e o João Feijó estarão viajando para São Paulo, para conversar com a direção do Palmeiras e tentar trazer jogadores pra cá. Mas tem que ser jogador de qualidade, que tenha condições de vir vestir a camisa do CSA. 
João Feijó (Foto: Denison Roma / GloboEsporte.com)Segundo Cavalcante, João Feijó está ciente das normas para indicar jogadores (Foto: Denison Roma / GloboEsporte.com)
Ao ser perguntado sobre nomes de treinadores, não descartou um retorno de Oliveira Canindé.
- Estamos mantendo contato com três ou quatro treinadores. Quanto ao Canindé, é um nome muito forte, e um dos que pode ser trazido. Ele fez um trabalho muito bom, houve a questão do equívoco do contrato, ele é profissional, recebeu uma proposta e aceitou. Se for ele, o clube estará muito bem representado. Além dele tem outros três ou quatro nomes. Estamos conversando com outros nomes, para saber quem soma mais - falou, deixando aberta a possibilidade do técnico Vica também ser contatado.
- O Vica é um bom nome. Qualquer clube aqui no estado queria ter um treinador como o Vica. Ele é um grande treinador, está fazendo um bom trabalho no ASA - finalizou.
Oliveira, Canindé, técnico do CSA (Foto: Jonathan Lins/G1)Oliveira Canindé é tido como um nome forte para assumir o comando técnico do CSA em 2016 (Foto: Jonathan Lins/GNM com globoesporte.com/al

Nenhum comentário:

Postar um comentário